Não é segredo para ninguém que as ações de marketing promovem a marca e é por meio dele que pensamos em todo conceito criativo, divulgação, manutenção e fidelização do cliente. É da responsabilidade do Marketing criar estratégias e vinculá-las à missão, à visão, aos valores e aos princípios da empresa de maneira a destacá-la, independe de qual seja o segmento da mesma.

Atualmente o mundo vem passando por um resgate de valores e por isso não basta apenas ter um bom produto. É relevante ter também um comprometimento social. Pensar em uma perspectiva humana está em alta e não é à toa: empresas que se preocupam com a cidadania, lutam contra a discriminação ou alertam sobre os cuidados com o meio ambiente, fidelizam seus clientes de maneira eficaz, pois conseguem disseminar a imagem do produto/serviço e, ainda reeducam socialmente. Essa vertente chamamos de Marketing Social.

O Marketing Social é uma ferramenta que tem como objetivo promover a marca por meio de ações sociais. Por exemplo, uma marca de calças jeans certa vez fez uma campanha convidando seus clientes a entender o consumo consciente. Nela informavam que era importante comprar um produto de qualidade, dessa maneira estariam cuidando do meio ambiente, pois um produto de qualidade tem maior durabilidade. Assim, o  consumo de água seria menor. A campanha informava ainda que, para cada calça jeans feita são necessários 10.000 litros de água. Tal iniciativa prestou um serviço à sociedade e, consigo promoveu indiretamente a empresa que divulgava (a marca estava em segundo plano).

Temos outros exemplos, como uma emissora de TV que realizou uma campanha sobre a discriminação racial ou a uma Faculdade de direito que levou a uma comunidade um grupo de estudantes do 7º semestre para realizar com a população local o serviço de orientação para ajudá-los em ações de pequenas causas.

No segmento educacional, o Marketing Social precisa ser ainda mais presente, sabemos que, ações voltadas ao social educam, dando ao aluno o protagonismo tão almejado pelas Instituições de Ensino.  Quando falamos em uma educação integral, falamos sobre prepararmos cidadãos capacitados aos desafios acadêmicos e sensíveis às necessidades dos outros. Dessa maneira, sempre atentos  ao calendário acadêmico e calendário civil, cabe à direção e à coordenação pedagógica, em parceria com o Marketing, implementar ações sociais dentro do Colégio/Faculdade.

Outras ações educativas podem ser pensadas para fortalecer a ideia da responsabilidade social e divulgação da marca. O objetivo aqui é promover nos alunos a experiência da empatia e ainda permitir à Instituição prestar um serviço maior à sociedade, tais como:

  1. Campanhas de Natal com o apadrinhamento de crianças carentes;
  2. Páscoa com a doação de chocolates;
  3. Campanha do Agasalho;
  4. Voluntariado;
  5. Entre outras ações. .

Existem Instituições de Ensino que conseguem comprovar a maior fidelização da marca também graças às ações de responsabilidade social.

Em resumo, podemos destacar que o Marketing Social auxilia na promoção da Instituição de Ensino como um todo, porque permite educar também por meio das ações, ou seja, essa estratégia pode (e deve) ser inserida nas atividades acadêmicas.

Giceli Marcelino